PortalSousas - Tudo Sobre Sousas e Joaquim Egídio

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!



Notícias

03.03.2016

Temporal que atingiu região de Campinas na tarde de ontem deixa prejuízo para Barão Geraldo

O temporal que atingiu Campinas na tarde da última quarta-feira (2) deixou o distrito de Barão Geraldo embaixo d'água, inundou bolsões de estacionamentos da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e alagou cerca de 60 carros — alguns chegaram a boiar. Motoristas desesperados tentavam segurar os veículos e salvar objetos, mas alguns carros foram arrastados pela enxurrada. Uma árvore caiu sobre um carro no Ciclo Básico. O volume registrado, de 70,8 milímetros, foi o equivalente a 15 dias de chuvas, em um período de apenas uma hora e dez minutos.


/assets/images/uploads/galeria/779-chuva_unicamp5.jpg

A forte chuva causou muitos transtornos e prejuízos para os motoristas que deixaram seus veículos no estacionamento da Unicamp. Muitos deixaram para recolher os carros na manhã desta quinta e a situação encontrada é desoladora. Flávio Gandra, professor de física, conta que seu Ford Fusion, que estava no estacionamento do instituto onde leciona, sofreu perda total. "Comprei esse carro há quatro meses. É o segundo veículo que perco aqui (na Unicamp)", diz. Em 2001, em outra inundação, Gandra conta que perdeu um Vectra. 


O temporal inundou bolsões e alagou cerca de 60 carros — alguns chegaram a boiar. Motoristas desesperados tentavam segurar os veículos e salvar objetos, mas alguns foram arrastados pela enxurrada. Além disso, no Instituto de Engenharia Mecânica, um barranco cedeu. A Unicamp e a Defesa Civil vão divulgar até o fim desta quinta um balanço final dos estragos causados pela chuva.


Comerciantes em Barão Geraldo também tiveram prejuízos devido ao temporal.


Funcionários da universidade disseram que a chuva veio de forma repentina. Além do Instituto de Física, o Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) também sofreu com inundações.


/assets/images/uploads/galeria/404-chuva_unicamp3.jpg

Na Engenharia Mecânica, parte da terra do barranco cedeu. No Instituto de Artes uma cratera foi formada com a força das águas. Os próprios funcionários da Unicamp colocaram faixas para bloquear os locais críticos.

Prejuízo de R$ 15 mil 


Na Rua Dr. José Anderson, que fica ao lado da primeira portaria da universidade, comerciantes contabilizam os prejuízos após terem o comércio invadido pela água.


O dono de um restaurante teve o local alagado e não abrirá nesta quinta para que seja feita a limpeza.

Uma loja de roupas, que fica na mesma rua, também sofreu com a água que avançou sobre o comércio. O prejuízo chega a R$ 15 mil, de acordo com os comerciantes.

/assets/images/uploads/galeria/342-chuva_unicamp14.jpg

/assets/images/uploads/galeria/652-chuva_unicamp.jpg

/assets/images/uploads/galeria/769-chuva_unicamp2.jpg

Fonte: www.plaga.com.br


Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique para se cadastrar!

Entre com seu e-mail e senha abaixo:

Esqueceu a senha? Clique aqui!
O PortalSousas não se resposabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário
possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes. Desenvolvido pela S3Web