PortalSousas - Tudo Sobre Sousas e Joaquim Egídio

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!


Notícias

16.03.2016

Hélio de Oliveira Santos e Carlos Sampaio são citados em delação de Delcídio

O ex-prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos (PDT) ,foi citado na delação homologada pelo STF, do senador Delcídio do Amaral. A campanha de Dr. Hélio teria sido abastecida de forma ilegal.

Hélio aparece como pessoas implicadas em atos ilícitos envolvendo o pecuarista José Carlos Bumlai que foi preso na Operação Lava Jato.


/assets/images/uploads/galeria/551-helio_carlos.jpg

Na delação, Delcídio cita o nome do ex-prefeito no processo da aquisição da Sonda Vitória, pela Petrobras, que segundo o senador teria sido feita com a finalidade de quitar dívida de Bumlai com o Banco Shain. O débito seria de R$ 12 milhões, sendo que o contrato, segundo a delação ficou em torno de US$ 1,6 bilhão.


O dinheiro teria servido então para pagar dívidas de campanha eleitoral de Lula em 2006, “bem como para financiar a campanha de Dr. Hélio de Oliveira Santos para a prefeitura de Campinas, entre outros interesses.”


Outro político de Campinas citado na delação de Delcídio do Amaral foi o deputado federal, Carlos Sampaio (PSDB). Segundo o senador, Sampaio saberia que dados sobre sigilo bancário foram maquiados a pedido do senador Aécio Neves (PSDB).


Na delação Delcídio disse que Aécio mandou emissários para convencê-lo a adiar prazos para a entrega de sigilos que seriam cedidos pelo Banco Rural para a CPI dos Correios, que era presidida pelo delator..


Ainda segundo Delcídio, um desses emissários foi o então secretário-geral do PSDB e atual prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. Aécio estaria incomodado com a quebra dos sigilos e por isso o pedido, que foi aceito por Delcídio. Ele afirmou ainda que, como o prazo foi dilatado, as informações foram “maquiadas”, sendo estas usadas na CPI. Delcídio disse que “segurou a bronca”, mesmo tendo conhecimento da irregularidade.


O ex prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos, se pronunciou por nota. Esclareceu que todas as doações de recursos de Partidos, Pessoas Jurídicas e Físicas, para o pleito em que disputou em 2004, foram oficiais, com recibos e informadas à Justiça Eleitoral, que julgou regulares as contas prestadas.


Disse ainda que Carlos Bumlai e empresas do nunca efetuaram qualquer tipo de doação às campanhas que o PDT disputou nos anos de 2004 e 2008.


A assessoria de imprensa do deputado federal Carlos Sampaio disse que houve apenas uma citação do nome de Sampaio, não constando nada contra ele. Esclareceu ainda que o deputado acreditara que foi um erro de Delcídio, já que Carlos Sampaio foi sub relator da CPI dos Correios e nenhum documento entra na Comissão sem uma fiscalização.

Fonte: www.plaga.com.br


Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique para se cadastrar!

Entre com seu e-mail e senha abaixo:

Esqueceu a senha? Clique aqui!
O PortalSousas não se resposabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário
possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes. Desenvolvido pela S3Web