PortalSousas - Tudo Sobre Sousas e Joaquim Egídio

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!



Notícias

14.10.2016

Fisioterapeuta campineiro valida na Unicamp técnica pioneira no país para correção de desvios posturais

Embora não existam dados oficiais que englobem todas as regiões do país, as dores crônicas - principalmente na região lombar - são o principal motivo das queixas de cerca de 80 % da população na idade adulta, prejudicando a qualidade de vida e causando transtornos físicos incapacitantes.

Com base nesses dados, o fisioterapeuta atuante em Campinas, Humberto Akira Takahashi, graduado pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, iniciou em 2001 um estudo aprofundado sobre o assunto e desenvolveu a técnica pioneira HAT – IPTM (Integração Postural por Terapia Manual), que corrige ou minimiza os desvios de coluna e dos membros periféricos (superiores e inferiores) aliviando as crises de dor com eficiência.

        A técnica é pioneira no Brasil e também a primeira a ser validada em uma dissertação de mestrado pela Unicamp – Universidade de Campinas, apresentando resultados efetivos e duradouros no tratamento do desvio do retropé valgo, quando existe o tornozelo voltado “para dentro” ou pisada pronada. O realinhamento deste desvio, gera a diminuição na sobrecarga exercida sobre os pés, prevenindo assim, possíveis dores, que podem se difundir por diferentes regiões do corpo.

/assets/images/uploads/galeria/264-fisio1.jpg
Para entender como o tratamento funciona, é importante saber que os todos desvios posturais apresentam um padrão, possuindo uma curvatura acentuada, com parte da musculatura alongada ou convexa, e outra parte, encurtada ou côncava.

Através de estudo prévio da anatomia local, Humberto Akira Takahashi, consegue aplicar a técnica HAT – IPTM, corrigindo ou minimizando esses desvios, utilizando a regra biomecânica convexo-conexo, que utiliza o padrão descrito acima, atuando de maneira localizada, diferente das técnicas mais populares no país, como o RPG ou o Pilates, que trabalham o corpo e o problema como um todo, sem concentrar esforços em uma determinada área.

           Para auxiliar no tratamento, o fisioterapeuta utiliza artefato de forma abaulada com apoio retilíneo, sendo a parte abaulada o lado convexo, que fica diretamente em contato com a parte convexa do desvio postural, resultando no realinhamento ou fortalecimento da região em tratamento e resultados efetivos em apenas algumas sessões.

A Pesquisa

Para comprovar a sua teoria sobre a correção de desvios através da regra biomecânica convexo-convexo, Humberto colocou a técnica desenvolvida em teste durante quatro semanas, utilizando 60 voluntários de ambos os sexos, com idade entre 18 e 25 anos, todos militares de Campinas, que apresentavam desvio na região do tornozelo voltado para dentro (retropé valgo) em um dos pés.

 Durante quatro semanas, metade do grupo foi submetida a sessões de Reeducação Postural Global (RPG) e a outra metade, à de HAT - IPTM.  Após análise dos resultados iniciais, os dois grupos apresentaram resultados semelhantes no que diz respeito à correção do desvio.

Para obtenção do resultado final, houve a interrupção dos dois tratamentos por mais quatro semanas e, durante a reanálise, foi constatado que a manutenção dos resultados obtidos nos voluntários que se submeteram ao tratamento com HAT – IPTM foram mais eficazes em relação aos voluntários que foram submetidos ao RPG.

Como base para o experimento, foi utilizado um equipamento chamado baropodômetro, um tipo de balança que divide o corpo em duas partes, esquerda e direita, que identifica as pressões exercidas sob o retropé em posição de equilíbrio estático ou “corpo parado”, oferecendo os parâmetros utilizados para aplicação do trabalho científico do fisioterapeuta.

Resultados

Além do retropé valgo, algumas doenças também podem estar associadas com aumento do desvio postural, é o caso de Elizete Miram Verardo Bossi, 59, moradora da cidade de Vinhedo, praticante de atividades físicas com frequência e fã de corridas. A paciente procurou pelo fisioterapeuta Humberto Takahashi, devido a um problema de fascite plantar (dor no calcanhar e fáscia plantar), quadro associado ao pé cavo pois, após incessantes tentativas, as outras técnicas não haviam surtido o efeito desejado para alívio e correção das dores causadas pelo desvio.

Elizete reconhece a efetividade dos resultados da técnica HAT – IPTM desde a primeira sessão, e hoje, com o problema resolvido, continua com a manutenção preventiva, visando a qualidade de vida sem dores.  “Na primeira sessão já senti diferença, após algumas outras, o problema desapareceu, hoje, continuo com o tratamento para prevenção de dores, pois gosto de correr, e se sinto alguma coisa diferente na prática esportiva, procuro logo pelo Humberto, para não sofrer mais como antes. Sinto um alinhamento imediato em cada sessão, já tentei outras técnicas de realinhamento articular e muscular, mas não surtiram o mesmo efeito, pretendo continuar com o tratamento” relata Elizete.

Marina Martins Klostermann, 26 anos, natural de Joinville e residente em Campinas, sofre com dores crônicas desde os 13, causadas por uma hérnia de disco na região lombar associada a hiperlordose. Após tentar sem sucesso diferentes tratamentos, procurou Humberto por indicação de amigos. “Eu sempre tive muitas dores, e hoje acredito na efetividade da técnica HAT - IPTM, ele não trata somente o local da dor, ele estuda o corpo e consegue ir alinhando segmento por segmento, trazendo resultados imediatos. Desde a primeira sessão, eu senti a melhora e hoje estou bem, consigo praticar exercícios aeróbicos, musculação e de alto impacto na região lombar, como a corrida”, afirma.
 
Projetos Futuros

A pesquisa aplicada por Humberto, mostrou a sua eficácia no tratamento do retropé valgo, comprovando que a técnica HAT-IPTM funciona e melhora a qualidade de vida das pessoas, e com isso, os efeitos da técnica pioneira em diferentes articulações também devem ser investigados, tornando a mesma reconhecida em todo país e futuramente, no mundo.
 
Uma rede de franquias faz parte dos planos de Humberto, que se dedica atualmente ao aperfeiçoamento total do tratamento, visando resultados cada vez mais satisfatórios aos pacientes.
 
Perguntas Frequentes

O que significa HAT- IPTM?
A técnica Integração Postural por Terapia Manual foi criada e desenvolvida por Humberto Akira Takahashi.

Para que serve a técnica HAT-IPTM?
É uma técnica para tratamento para desvios posturais como hiperextensão cervical, hipercifose, escoliose, hiperlordose lombar, joelhos valgos e varos, pé cavo, pé plano (chato), retropés varo e valgo.

Quando surgiu e quais os fundamentos da técnica HAT- IPTM?
Todas técnicas de fisioterapia há eficiência em certas patologias e limitações em outras. As técnicas como o Pilates e RPG são ditas globais, pois, tratam os desvios posturais do corpo inteiro ao mesmo tempo, porém, são dependentes de músculos e tendões para estirar os desvios posturais, assim, como o fortalecimento ao redor destes desvios para manutenção na diminuição destes desvios. Surgindo o seguinte questionamento, nos locais dos desvios onde têm poucos músculos e ou inexistência destes, como seria a eficácia destes tratamentos nestes locais. Este tipo de questionamento, o terapeuta começa a pensar em outras teorias e ou regras de tratamento, uma técnica que respeitasse a anatomia local do desvio. A técnica HAT-IPTM começou a ser estudada em 2001, uma técnica que respeita a anatomia local do desvio, surgindo a regra convexo-convexo, é segmentada, pois, trata os desvios posturais separadamente.

Qual a faixa etária em que o paciente deve ser consultado?
Não existe restrição em relação a idade do paciente. As crianças aprendem a mexer em computadores e tablets, os pais ou responsáveis devem estar atentos à ergonomia dos seus filhos, senão nesta faixa etária surgirão seus primeiros desvios posturais. A orientação e avaliação do fisioterapeuta neste momento são fundamentais para que estas crianças tenham uma boa postura e caso constate estes desvios posturais, tenham um tratamento adequado e mais rápido possível.
Na adolescência, durante a fase de crescimento, existe o problema do estirão, o desvio postural como a escoliose poderá aumentar e atingir grau considerado alto, em torno de 40 graus, clinicamente considerado patológico.

O tratamento postural é demorado?
Os números de sessões dependem da avaliação do fisioterapeuta, da participação do paciente no tratamento, do grau da disfunção postural. Em pacientes com desvios associados a patologias mais crônicas, a tendência é que o tratamento seja mais demorado.

Existem contraindicações para esta técnica?
Sim, em processo de osteoporose com grau muito acentuado. O terapeuta deverá analisar individualmente cada caso de cada paciente, além da avaliação de fisioterapia ainda dependerá de exames de imagens para que possa começar o tratamento.

Mais informações podem ser obtidas através do o endereço www.hat-iptm.com.br ou  www.facebook.com/hatiptm.terapiamanual.


Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique para se cadastrar!

Entre com seu e-mail e senha abaixo:

Esqueceu a senha? Clique aqui!
O PortalSousas não se resposabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário
possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes. Desenvolvido pela S3Web