PortalSousas - Tudo Sobre Sousas e Joaquim Egídio

Siga-nos no Twitter

Efetuar login | Cadastre-se, é grátis!


Eventos

20.08.2014Os Geraldos apresentam “O Último Sarau” no SESC Campinas

O espetáculo, que mescla poemas, canções e textos dramáticos, tem direção de Roberto Mallet e será apresentado nesta quinta-feira (21); na quarta seguinte (27), uma mesa de bate-papo

Depois de ter levado 460 pessoas à sua estreia, no início deste mês, no Teatro Municipal “José de Castro Mendes”, o espetáculo “O Último Sarau”, do grupo Os Geraldos (Campinas), terá uma segunda apresentação nesta quinta-feira (21), às 20h, no SESC Campinas. A comédia dramática, com direção de Roberto Mallet, é fruto de um processo de criação coletiva, que será discutido em uma mesa de bate-papo intitulada “As tensões entre o Clássico e o Contemporâneo no processo de criação do Ator”, na próxima quarta-feira (27), às 20h30, na sede do grupo.

Desde seu surgimento, em 2007, na busca por um teatro popular, Os Geraldos, com seus espetáculos, propõem o resgate de uma tradição cultural: com Números, as entradas clássicas de palhaços; com Hay Amor!, os clichês amorosos; e agora, com O Último Sarau, canções e poemas que eram comuns em manifestações artísticas do interior do Brasil.

O espetáculo evoca a memória de uma realidade cultural distinta da de grandes centros e marcada por uma produção artística menos sujeita a interferências estilísticas e transformações vanguardistas, refletindo, com mais ingenuidade e menos rebuscamento, as idiossincrasias dessas comunidades, das quais é emblemático o sarau lítero-musical, como o que é levado à cena neste espetáculo. “É um espetáculo com muita música e poesia, que nos traz de volta referências artísticas que, embora esquecidas, compõem nossa tradição cultural”, afirma Douglas Novais, ator e coordenador do grupo.

Compõem o elenco, além de Novais, Carolina Martins Delduque, Jaqueline Pascholati Dalio, Julia Cavalcanti Santos, Maíra Coutinho Herissé, Marina Milito e Paula Mathenhauer Guerreiro. Roberto Mallet é quem assina a direção, a terceira dentro do repertório do grupo, que conta com essa parceria também em Números (2007) e no Números de circo – um espetáculo para crianças (2011). Mallet é professor do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), foi professor da Universidade Regional de Blumenau (SC) e do Curso Livre de Formação de Atores do Teatro da Universidade Católica de São Paulo (TUCA). Atualmente, além de dirigir o novo espetáculo d’Os Geraldos, é diretor e ator do Grupo Tempo, fundado em 1992, cuja poética é indissociável da sua pesquisa pedagógica e acadêmica.

Processo de criação

Durante o processo de criação, foram levadas à sala de trabalho obras da tradição poética ocidental – dentre as quais, de Camões, Cecília Meireles, Drummond, Olavo Bilac, Raimundo Correia, Bocage, Castro Alves, Manuel Bandeira, Mário Quintana –, cenas de textos dramáticos marcantes da história do teatro – de Nelson Rodrigues, Shakespeare, Anton Tchekhov, Aristófanes, Eurípedes –, da literatura – de Guimarães Rosa, Gustavo Corção, Leon Bloy – e do nosso legado musical brasileiro – de Angelino de Oliveira, Pena Branca, Carlos Galhardo, Nara Leão, entre outros.

Embora nem todas essas referências estejam diretamente na cena, não deixam de compor a encenação, na medida em que – tendo sido perpassadas pelo processo – deixam sua marca na atmosfera do espetáculo.

Histórico

Os Geraldos já passaram por mais de 40 cidades, em apresentações que percorreram nove estados brasileiros, além da participação e premiação em festivais nacionais e internacionais em países como Marrocos, Argentina e Peru, atingindo mais de 14 mil pessoas.

O primeiro trabalho do grupo foi o espetáculo Números (2007), criação dramatúrgica coletiva de esquetes com inspiração clownesca e direção de Roberto Mallet. Desde então, encanta e emociona os públicos que o recebem, tendo conquistado vários prêmios, como o de melhor espetáculo, no Festival de Teatro da Região Metropolitana de Campinas (2008), que foi o primeiro de que participou, e os de melhor espetáculo, melhor conjunto de atores e melhor figurino no 24o Festival Internacional de Teatro Universitário de Blumenau (FITUB), em 2011, entre outras premiações. Valendo-se de uma potência evidente do espetáculo, o grupo criou o Números para crianças (2011), uma adaptação próxima à versão original que parte da atmosfera lúdica que lhe é característica para atingir diretamente o público infantil.

Em 2009, estreou seu segundo espetáculo: Hay Amor!, com direção coletiva, que trata da necessidade humana de não estar só, em uma criação dramatúrgica coletiva sobre a relação amorosa do homem que, por conviver com a instantaneidade do mundo virtual, vê-se imerso em um universo de laços a curto prazo e relacionamentos a distância. O espetáculo já conquistou, além da aclamação do público, importantes prêmios, como no 14o Festival International Du Théâtre Universitaire d’Agadir (Marrocos), em que recebeu o prêmio especial do júri e o prêmio máximo do festival, e no Festival Nacional de Teatro de Ponta Grossa (PR), que lhe rendeu seis prêmios, incluindo Melhor Texto Original e Melhor Espetáculo.

O grupo também se dedica a programas de disseminação cultural, a exemplo da realização, em maio de 2011, de um projeto contemplado pelo ProAC – Promoção do Acesso à Cultura e Formação de Público, na cidade de Bebedouro (SP), com apresentação dos espetáculos e realização de oficinas, obtendo retorno bastante expressivo do público.

Serviço

Espetáculo O Último Sarau – uma peça de corpo presente

Dia: 21/08/2014

Horário: 20h

Local: SESC Campinas

Entrada: R$ 10 (inteira) / R$ 5 (meia) / R$ 2 (comerciário matriculado no SESC)

Ingressos à venda no SESC

Classificação: livre

Sinopse: A morte de um artista reúne o grupo que sempre o acompanhou para um último sarau. Poemas, canções e cenas teatrais emblemáticas de sua trajetória são levados à cena, compondo - mais do que uma homenagem de corpo presente - o testamento artístico do falecido, que se mantém vivo em suas criaturas. Uma despedida alegre e saudosa, em que personagens convidam o público a evocar memórias e, diante da morte, celebrar a vida.

Mais informações: osgeraldos@yahoo.com.br / (19) 3327.1605 (Os Geraldos) / (19) 3737-1500 (SESC)


Comentários

Não há comentários para esta notícia. Seja o primeiro a comentar!

Envie seu comentário!

Para comentar esta notícia, você deve estar logado.

Caso já seja cadastrado, efetue seu login nos campos ao lado, ou clique no botão abaixo para se cadastrar!

Clique para se cadastrar!

Entre com seu e-mail e senha abaixo:

Esqueceu a senha? Clique aqui!
O PortalSousas não se resposabiliza por qualquer dano e/ou prejuízo que o usuário
possa sofrer ao realizar uma transação com os anunciantes. Desenvolvido pela S3Web